Chocolate amargo – Um grande aliado para a perda de peso

Imagem de destaque do Artigo: Chocolate amargo – Um grande aliado para a perda de peso
18/06

O chocolate é um dos alimentos mais antigos do mundo, e se tornou popular devido ao sabor incomparável. O chocolate amargo, aqueles que possuem entre 60-80% de cacau, vem encantando o mundo e a ciência, devido aos seus poderes benéficos ao organismo e quebra do pensamento de que o alimento faz mal. I...

O chocolate é um dos alimentos mais antigos do mundo, e se tornou popular devido ao sabor incomparável. O chocolate amargo, aqueles que possuem entre 60-80% de cacau, vem encantando o mundo e a ciência, devido aos seus poderes benéficos ao organismo e quebra do pensamento de que o alimento faz mal.

Inúmeras pesquisas conduzidas ao redor do mundo indicam que o consumo regular de chocolate amargo apresenta uma ação antioxidante no corpo e regula alguns hormônios ligados à saciedade, influenciando na perda de peso. Claro, consumir uma barra diariamente pode te fazer engordar. É indicado saber a quantidade ideal.

Ação antioxidante

A grande presença de flavonoides, uma substância antioxidante, na semente do cacau, é um dos fatores que contribui para o chocolate amargo ser considerado um alimento funcional. Não é pra menos, a concentração de cacau pode ser de até 80%! Os agentes antioxidantes podem influenciar a produção hormonal. 

Controle do apetite

A Leptina é um dos hormônios mais influenciados pelos flavonoides presentes no cacau. Essa substância é responsável pelo controle do apetite e o consumo de chocolate amargo faz com que a produção seja estimulada, aumentando os níveis no organismo, e dando uma maior sensação de saciedade. 

Sistema de emoções

O hormônio leptina age diretamente nos receptores opióides do sistema límbico, a região do cérebro responsável pelas emoções. E isso é extremamente benéfico. Pessoas que possuem desequilíbrios na região podem apresentar compulsão alimentar, em que ingerem mais do que o corpo realmente necessita, deixando parte da energia consumida em forma de gordura acumulada, e estimulando o sobrepeso. Os flavonoides do chocolate amargo, ao regularem o hormônio, regulam também essa região importantíssima do cérebro.

Redução do estresse

De acordo com uma pesquisa publicada pelo Journal of Proteome Research, o chocolate tem potencial de regular os níveis de cortisol no organismo, sendo extremamente útil para pessoas que sofrem de ansiedade e passam por períodos de estresse. Vamos combinar, quando estamos nervosos, é comum descontar na comida. E quem nunca notou que a ingestão de chocolate torna esses momentos menos estressantes?

O cortisol age no organismo como uma resposta ao estresse, e faz com que os níveis de glicose no sangue sejam maiores, para haver maior energia disponível caso seja necessário. Um presente da evolução. No entanto, ele pode favorecer a quebra de proteínas dos músculos, para usar como estoque energético, o que favorece a perda de massa magra e aumento do acúmulo de gordura.

Consumo regular do chocolate amargo

O consumo de chocolate amargo é extremamente benéfico para o organismo, quando feito de maneira controlada e sem exageros. É uma ótima fonte de energia e possui um baixo teor de açúcares. Se ingerido em conjunto com uma alimentação equilibrada, é um grande aliado à perda de peso.

Gostou de saber sobre como o chocolate amargo influencia a perda de peso? Leia meus outros artigos sobre diversos temas relacionados à nutrição e alimentação saudável. Visite também minhas redes sociais, lá você irá encontrar atualizações diárias para levar um estilo de vida mais regrado e consciente. Veja o meu INSTAGRAM

Drª. Paula Leal, CRM 93528.

Já conheçe nosso perfil do Instagram?