Efeito sanfona: Por que as pessoas voltam a engordar?

Imagem de destaque do Artigo: Efeito sanfona: Por que as pessoas voltam a engordar?
14/05

O efeito sanfona é o verdadeiro vilão de quem vive na luta contra a balança. Afinal, nada pior do que conseguir eliminar alguns quilinhos depois de muito esforço e vê-los voltar algum tempo depois, não é mesmo? Hoje, vamos entender os motivos pelos quais esse efeito acontece e o que você pode fazer ...

O efeito sanfona é o verdadeiro vilão de quem vive na luta contra a balança. Afinal, nada pior do que conseguir eliminar alguns quilinhos depois de muito esforço e vê-los voltar algum tempo depois, não é mesmo? Hoje, vamos entender os motivos pelos quais esse efeito acontece e o que você pode fazer para preveni-lo!

Por que acontece o efeito sanfona e qual o seu mecanismo?

O efeito sanfona, assim como muitos outros processos que acontecem no corpo humano, nada mais é do que uma resposta do organismo a uma determinada situação que ameaça a sua integridade. 

No caso, quando você se submete a uma dieta muito restritiva e começa a perder bastante peso rapidamente, o organismo entra imediatamente em estado de alerta e diminui (às vezes, drasticamente) o ritmo do seu metabolismo. O intuito é poupar energia, por causa dessa privação de nutrientes que o corpo percebe.

Com o metabolismo mais lento, a queima de calorias diminui. Ao terminar a dieta e voltar a se alimentar normalmente, portanto, o seu corpo ainda está no “modo econômico” de energia e rapidamente você volta a ganhar o peso que perdeu.

Outro fator importante de ser mencionado e que nem todo mundo sabe, é que nesse processo o organismo vai criando uma resistência à perda de peso, de modo que a luta contra a balança tende a ficar cada vez mais difícil.

Dietas restritivas x reeducação alimentar

Para emagrecer e manter o peso ideal, as dietas restritivas definitivamente não são o melhor caminho, justamente por causa desse efeito sanfona. É por isso que a reeducação alimentar é a alternativa correta: mesmo podendo demorar um pouco mais para surtir efeitos, eles são mais permanentes.

Além disso, a reeducação é um novo hábito que você adquire e consegue manter pelo resto da vida.

Comer com frequência

Comer a cada 3 horas pode fazer muito sentindo. Nesse texto não vou entrar no mérito do Jejum Intermitente que também pode ser uma outra estratégia super eficiente  - mas tudo vai depender do perfil da pessoa, se ela é compulsiva aos alimentos, enfim. Muitas pessoas acabam fazendo o Jejum porém comem MUITO nas subsequentes refeições! DAÍ NÃO FUNCIONA, CERTO?  Muita gente acaba ficando longos períodos sem comer para tentar perder peso, mas dependendo pode estar dando um tiro no pé!

Atividades físicas

Mais do que ajudar na queima de calorias propriamente dita, as atividades físicas também trabalham no sentido de manter o metabolismo sempre ativo. Lembre-se que quando mais músculos tiver, mais calorias irá gastar! Escolha uma modalidade com a qual você realmente se identifique e tente praticar pelo menos 3 vezes por semana. A recorrência é tudo pessoal! Com certeza você já vai sentir a diferença.

Nada de remédio por conta própria

NÃOOOO NÃOOOOO NÃOOOO veja videozinhos de Youtube e saia "experimentando" por conta própria medicamentos ou estratégia "eficientes". Os remédios para emagrecer são grandes promotores do efeito sanfona, além de provocarem alterações hormonais. Por isso, a medicação só pode ser usada se houver prescrição e orientação do seu profissional. Não caia na armadilha de tentar emagrecer com remédios sem o suporte de um profissional.

Emagrecer com saúde é tudo de bom, por isso, acompanhe meu INSTAGRAM, eu estou sempre dando muitas dicas que você pode aplicar na sua vida nesse sentido!

Drª. Paula Leal, CRM 93528.

Já conheçe nosso perfil do Instagram?