Bom sono: Por que ele é tão importante?

Imagem de destaque do Artigo: Bom sono: Por que ele é tão importante?
29/10

Você sabe o que acontece com o nosso corpo quando não dormimos bem? Veja como um bom sono está relacionado à nossa qualidade de vida. O que acontece com nosso corpo quando dormimos?Dormir ajuda nosso cérebro a organizar todas as informações recebidas durante o dia. É nesse momento que há uma manutenç...

Você sabe o que acontece com o nosso corpo quando não dormimos bem? Veja como um bom sono está relacionado à nossa qualidade de vida.

O que acontece com nosso corpo quando dormimos?

Dormir ajuda nosso cérebro a organizar todas as informações recebidas durante o dia. É nesse momento que há uma manutenção de todas as funções fisiológicas do corpo e da mente.

Na fase em que dormimos profundamente nosso corpo consolida a memória e o aprendizado. Também passa a produzir hormônios importantes para o organismo, como o HCG e a leptina, que ajudam no controle metabólico.

Uma boa noite de sono ajuda a perder peso

Nossos hormônios têm papel muito importante no emagrecimento. Se não dormimos bem, eles podem ficar descompensados. Um dos problemas ocorre devido a uma alteração no funcionamento da leptina e da grelina.

A leptina é responsável pela sensação de saciedade do organismo e também ajuda o corpo a queimar gordura. Já a grelina é responsável por aumentar o apetite. Quando não dormimos bem, esses hormônios não funcionam adequadamente, sendo que a grelina pode aumentar enquanto a leptina diminui.

Pessoas que dormem pouco, ou seja, de 5 a 6 horas por noite, também têm mais chances de serem obesas.

Como um bom sono ajuda na performance física

Quando dormimos nosso corpo libera HCG, o hormônio do crescimento. O HCG ajuda no emagrecimento e na reconstrução da musculatura. Por isso, após o treino de musculação é indispensável dormir bem para recuperar as fibras musculares.

Vale lembrar que a prática de atividade física em si já ajuda a ter uma boa noite de sono.

As consequências de não dormir bem

Os principais motivos pelos quais dormimos todas as noites são: repor as energias, fazer a manutenção das funções do organismo e consolidar a memória. Quando não dormimos bem, além de prejudicar essas atividades, nosso sistema imunológico enfraquece. Além disso, o corpo passa a liberar hormônios como cortisol e adrenalina, que aumentam o stress.

Outra consequência é no metabolismo. Além de alterações na leptina e grelina, sem dormir direito, nosso corpo tem mais necessidade de ingerir carboidratos. A privação de sono também está relacionada a uma elevação da pressão arterial, aumentando o risco de doenças cardíacas.

Como ter um bom sono?

Em primeiro lugar, para ter uma boa noite de sono é preciso dormir no mínimo sete horas por noite. Também é importante que o sono tenha continuidade, ou seja, não vale ficar acordando no meio da madrugada!

Tente manter o ambiente bem escuro e silencioso. Quanto mais relaxado, mais chances você tem de liberar HCH. Para que isso ocorra é importante que o corpo esteja com níveis baixos de insulina. Por isso, evite o consumo de carboidratos pelo menos 3 horas antes de dormir.

Não se esqueça de que, pelo menos, uma hora antes de se deitar é preciso deixar de lado as telas da TV e do celular. A luz artificial destes dispositivos impede a produção de melatonina, o hormônio do sono. Tome um chá, leia um livro e relaxe. Você com certeza acordará melhor no dia seguinte!

Leia mais artigos em meu blog.

Drª. Paula Leal, CRM 93528.