Os Grandes Avanços da Endocrinologia no século XXI

Imagem de destaque do Artigo: Os Grandes Avanços da Endocrinologia no século XXI
13/07

A cada pessoa que passa por meu consultório tenho mais certeza de que todos querem viver mais e melhor, que este é um objetivo a perseguir. Sem dúvidas é algo que me deixa muito feliz, afinal a principal meta de meu trabalho é fazer com que você melhore a sua performance com muito mais saúde.  E...

A cada pessoa que passa por meu consultório tenho mais certeza de que todos querem viver mais e melhor, que este é um objetivo a perseguir. Sem dúvidas é algo que me deixa muito feliz, afinal a principal meta de meu trabalho é fazer com que você melhore a sua performance com muito mais saúde. 

Entretanto também recebo como um desafio, porque a endocrinologia, mesmo com mais de 50 anos de desenvolvimento e regulamentação no Brasil, já trouxe e ainda trará grandes avanços e benefícios para o bem-estar e na prevenção de doenças. Por isso compartilho de alguns progressos da endocrinologia no século XXI.

A medicina do bem viver

Se os maus hábitos do século XX desencadearam diversas doenças crônicas, contribuindo negativamente na qualidade de vida, a virada do século tem cada vez mais fixada a ideia de que é preciso reverter este quadro e se cuidar de maneira determinante. A endocrinologia hoje propõe que pacientes e médicos estejam juntos para realizar o diagnóstico, trabalhar para delimitar metas de saúde a serem alcançadas e propor abordagens terapêuticas eficientes.

A medicina atuante

Estudos recentes avançaram muito em conhecimento da estrutura genética de vários hormônios, aumentando a compreensão da Endocrinologia Molecular. Festejo estas pesquisas porque elas permitem compreender as ações hormonais, doenças diversas e os mecanismos fisiopatogênicos, o que resultou na elucidação de síndromes de resistência hormonal e de hiperfunção endócrina. 

De maneira bem prática, as doenças como baixa estatura, diabetes mellitus e anomalias do desenvolvimento sexual puderam ser identificadas e ainda possibilitou novas classificações para as formas que antes se conheciam como idiopáticas. Juntamente a estes avanços, novas e raras síndromes também foram identificadas. Atuando em favor da prevenção, como na investigação laboratorial e na descoberta de novas drogas.

A medicina que entende a diabetes

Entender e agir na minimização dos impactos da diabetes no corpo continuam sendo grandes motivos para os estudos da endocrinologia avançarem. Por isso há dez anos, países da Europa e os Estados Unidos exigem que as se apresente avaliação de desfechos cardiovasculares que envolvam ensaios clínicos de medicamentos para a diabetes. As análises mostraram que eles têm demonstrado segurança cardiovascular e a superioridade cardiovascular do SGLT2 [cotransportador de sódio glicose 2] e do GLP-1 [agentes do tipo peptídeo-glucagon-1].

A medicina que está antenada com a tecnologia

A endocrinologia entendeu que não pode ficar desvinculada com a tecnologia. Médicos endócrinos têm desenvolvido, junto com programadores, aplicativos que auxiliam os pacientes diabéticos e com disfunções na tireoide a acompanhar sua saúde e seus níveis hormonais a fim da manutenção da sua performance com saúde. Está dentro desta perspectiva a exigência da atualização técnica, de maneira constante, dos profissionais, principalmente quanto a rotina de exames laboratoriais e de imagem, bem como no acompanhamento do tratamento aplicado ao paciente. A tecnologia tem quebrado as barreiras e aproximado o médico e o paciente pelo bem de sua saúde.

Você sabe que pode contar comigo para o melhor de sua saúde. Não deixe de acompanhar o meu Instagram e descubra tudo sobre o mundo da endocrinologia saudável e sem loucuras!

Drª. Paula Leal, CRM 93528.

Já conheçe nosso perfil do Instagram?