Melatonina: Tudo o que você precisa saber sobre o hormônio do sono

Imagem de destaque do Artigo: Melatonina: Tudo o que você precisa saber sobre o hormônio do sono
21/06

Uma boa noite de sono é essencial para uma boa saúde. Porém, com o avanço da vida moderna, é cada vez mais comum problemas relacionados ao sono. Para amenizar esses problemas são cada vez comuns receitas de remédios indutores do sono, sendo o mais comum a Melatonina, uma substância natural que també...

Uma boa noite de sono é essencial para uma boa saúde. Porém, com o avanço da vida moderna, é cada vez mais comum problemas relacionados ao sono. Para amenizar esses problemas são cada vez comuns receitas de remédios indutores do sono, sendo o mais comum a Melatonina, uma substância natural que também pode ser sintetizada. Aqui no Brasil a venda de Melatonina pode ser feita por meio de prescrição médica!

Esse hormônio esta em alta nos estudos de endocrinologia, buscando melhora na performance com saúde. 

Fique ligado nesse artigo, em que explico melhor o que é a Melatonina.

O que é a Melatonina?

A melatonina é uma substância natural semelhante ao hormônio produzido por uma glândula do nosso cérebro, a pineal. Geralmente o pico da sua produção acontece entre as 2 e as 3 da manhã. A produção é feita de acordo com o ritmo circadiano, ou seja, de acordo com os ciclos de luz e escuridão que nosso organismo passa. Ao amanhecer, a quantidade dessa substância é mínima no nosso corpo. Além da melhora do sono, a melatonina também promete a reparação das nossas células, que foram expostas à poluição, ao stress e a outros elementos nocivos. Com o passar do tempo, a taxa de melanina despenca, causando a famosa insônia na terceira idade. 

O que dizem os pesquisadores?

A pesquisa interessada na Melatonina iniciou com o pesquisador Vladimir Dilmam, o qual acrescentou gotas de melatonina na água de ratos e observou que a expectativa de vida desses animais aumentou em 25%. Nesse mesmo viés, Walter Pierpaoli percebeu que a expectativa de vida de ratos idosos aumentou 30% depois de implantar uma glândula pineal nova nesses animais. Já a Universidade de Barcelona que nos cobaias em que uma dose diária de melatonina era combinada com atividades físicas retardou o mal de Alzheimer. Já no Brasil, foi o pesquisador Mario Peres, vinculado à Universidade Federal de São Paulo, o responsável por demonstrar eficácia da melatonina no tratamento contra enxaquecas.

Qual o benefício da Melatonina no nosso corpo?

Como podemos observar, a Melatonina apresenta forte relação com a longevidade. Mas por quê? Russel Reitel - autor de Your Body´s Nature Wonder Drug - essa substância é eficiente no combate aos radicais livres. Outras pesquisas ainda apontam que a melatonina pode desacelerar tumores malignos e estimular a multiplicação de células de defesa.  

Não podemos esquecer que estudos mostram que o uso da Melatonina por pacientes com crise de ansiedade faz com que a frequência das crises e a quantidade de uso de antidepressivos diminua. Além, é claro, das vantagens já comentadas para o sono. Afinal, não é a toa que a substância é conhecida como "o hormônio do sono".

Por que ainda é proibida a fabricação de Melatonina no Brasil?

Com todas essas pesquisas na área e benefícios, por que no Brasil ainda é proibido a sintetização da Melatonina? Discutir o assunto ainda é complicado, considerando o alto poder da indústria farmacêutica no país. A venda de calmantes benzodiazepínicos é cada vez mais crescente no Brasil e, consequentemente, a venda de remédios para diminuir seus efeitos colaterais. Enquanto que nos países em que a substância é liberada, observa-se uma queda na venda desses remédios. Por isso, vale uma reflexão além dos benefícios para a saúde trazidos pela Melatonina sobre o porquê dessa substância ainda não ser liberada no Brasil. Embora seja facilmente encontrada em lojas de suplementos e farmácias nos EUA, aqui no Brasil melatonina foi aprovada apenas como medicamento manipulado - ou seja, somente com prescrição médica!

Não deixe de acompanhar meus artigos e minhas páginas nas redes sociais para saber mais sobre a endocrinologia, hormônios e performance em saúde! Acompanhe meu INSTAGRAM

Drª. Paula Leal, CRM 93528.

Já conheçe nosso perfil do Instagram?