Musculação e tabaco: Entenda como o cigarro pode estar afetando sua performance

Imagem de destaque do Artigo: Musculação e tabaco: Entenda como o cigarro pode estar afetando sua performance
04/10

Não há dúvidas de que o cigarro traz malefícios à saúde. E pra quem pratica esportes? É possível diminuir seus efeitos nocivos quando se tem uma rotina esportiva? A verdade é que o tabaco associado a uma atividade física, como a musculação, pode não só prejudicar sua performance como trazer danos ao...

Não há dúvidas de que o cigarro traz malefícios à saúde. E pra quem pratica esportes? É possível diminuir seus efeitos nocivos quando se tem uma rotina esportiva? A verdade é que o tabaco associado a uma atividade física, como a musculação, pode não só prejudicar sua performance como trazer danos ao seu organismo!

Musculação e cigarro não combinam

Para ganhar músculos é necessário, além de exercícios físicos, um bom cuidado com a alimentação e com a saúde. Sendo assim, o cigarro é um potencial inimigo de quem quer ter os músculos definidos.

Para gerar a hipertrofia nos músculos é necessário que o sangue circule em maior quantidade nestas regiões. Como o tabaco prejudica a circulação sanguínea, ele não será um bom aliado na hora de desenvolver os músculos. Além disso, para obter melhores resultados é necessário que haja uma maior oxigenação nesta região, algo que o cigarro também prejudica.

O tabaco afeta diretamente o crescimento muscular?

Esta é uma questão que aflige pesquisadores e praticantes de musculação. Por isso, diversas investigações são feitas para estudar a relação direta do tabaco com o crescimento dos músculos.

Um dado importante foi encontrado pelo Centro de Pesquisa Muscular de Copenhagen. De acordo com os pesquisadores, o tecido muscular de fumantes se degrada mais rápido do que o tecido muscular de quem não fuma. Além disso, os fumantes produzem mais miostatina, uma substância que limita o desenvolvimento dos músculos. Os dados foram obtidos por meio da comparação das células dos quadríceps de fumantes com as de não fumantes.

Outra questão importante é que como os fumantes têm um pior aproveitamento nas atividades físicas é evidente que o uso de tabaco prejudica o desempenho de quem quer ganhar mais massa muscular.

Efeitos da nicotina no corpo que afetam a prática de exercício

Além dos malefícios para a prática da musculação, o tabaco causa outros problemas no corpo que afetam diretamente qualquer tipo de prática esportiva. São desde o aumento dos batimentos cardíacos e da pressão arterial até os malefícios para o sistema respiratório e circulatório. Além disso, a redução na oxigenação sanguínea pode causar sérias lesões nos tecidos do corpo.

O cigarro também atrapalha no condicionamento físico, uma vez que compromete o fôlego e prejudica o bom funcionamento dos pulmões.

Posso fumar e ainda assim cuidar da minha performance?

Com todas essas informações, talvez seja melhor excluir o cigarro da sua rotina.

E quem acha que a prática de atividade física diminui os efeitos do tabaco no corpo está enganado.

Você até pode se sentir melhor enquanto estiver praticando os exercícios, mas o uso do cigarro vai continuar te expondo às doenças causadas por ele. Por isso, não tenha dúvidas: o tabaco não será seu aliado na hora de cuidar do seu corpo.

Viver mais com saúde

Se você fuma, uma das melhores formas de largar o vício é justamente a prática de atividades físicas. Por isso, deixe o cigarro de lado e vá treinar. Sua performance será bem melhor e seu corpo agradece!

Drª. Paula Leal, CRM 93528.

Já conheçe nosso perfil do Instagram?